O número de mulheres vítimas de doenças cardiovasculares no Brasil aumentou nos últimos quatro anos, passando para mais de 30% dos casos de morte. O número de casos de AVC, o popular derrame, também subiu, para 14%, no mesmo período. A obesidade e o sedentarismo estão entre os principais fatores que causam doenças cardíacas, principalmente em mulheres com histórico familiar.
Para se prevenir de problemas como esse, é preciso tomar alguns cuidados, pois o coração das mulheres é menor, em volume, que o dos homens, mais acelerado e as artérias mais estreitas, o que pode favorecer o acúmulo de gorduras.
Por isso, é muito importante diminuir o consumo de frituras e açúcares, além de aumentar o de fibras, legumes, verduras e peixes. Importante também manter a circunferência abdominal abaixo de 88 centímetros, nas mulheres, pois isso diminui o risco de enfermidades cardiovasculares.
O ritmo de vida das mulheres em geral é multidisciplinar, elas desempenham vários papeis durante o dia: são estudantes, profissionais, cuidadoras, mães, filhas, esposas e o que mais precisar. Essa qualidade também pode causar a velha síndrome de pensar em todos e se colocar por último, esquecendo que Saúde é o alicerce de tudo.
Nesse dia Das Mães vamos refletir sobre a importância do auto cuidado,  porque afinal de contas, mãe tem coração grande, mas precisa ser cuidado.

Fonte: Dr. Drauzio Varela – http://goo.gl/GQ5me

Olá, como posso te ajudar?
1