dia-da-mulher

 

O 8 de março foi oficializado pela ONU em 1975 como o Dia Internacional da Mulher, devido provavelmente a dois fatos importantes: um, o incêndio ocorrido em 25 de março de 1911 na Triangle Shirtwaist Company, que causou a morte de 13 homens e 123 mulheres. Um ano antes, durante o 2º Congresso Internacional de Mulheres Trabalhadoras, em Copenhague, a alemã Clara Zetkin já havia proposto a adoção de um dia de homenagem à luta pelos direitos das mulheres. Ou seja, essa ideia é anterior ao incêndio de Nova Iorque.
O outro, ocorrido no dia 23 de fevereiro de 1917 (pelo calendário Juliano, correspondendo ao 8 de março, no calendário gregoriano), quando as mulheres de Petrogrado (que no período da guerra eram as “chefes” da família porque seus maridos estavam no front de batalha), saíram às ruas em protestos contra a escassez e os preços altos dos alimentos. A proposta de fixar o 8 de março como Dia Internacional da Mulher foi feita em 1921, em homenagem a esses acontecimentos de Petrogrado.
Do incêndio na Triangle Shirtwaist aos protestos de 1917, a mulher sai da posição de vítima passiva ao de protagonista da sua própria história.
A Prado Diagnósticos presta a aqui justa homenagem a todas as mulheres que, tanto enquanto mães como quanto trabalhadoras, ajudam a construir um mundo melhor. www.pradodiagnosticos.com.br

Olá, como posso te ajudar?
1